[Divulgação] Beleza perdida – Amy Harmon

Divulgação

Um livro intenso, com uma história emocionante que vai permanecer no seu coração por um longo tempo

Beleza perdida

 

Ambrose Young é lindo — alto e musculoso, com cabelos que chegam aos ombros e olhos penetrantes. O tipo de beleza que poderia figurar na capa de um romance, e Fern Taylor saberia, pois devora esse tipo de livro desde os treze anos. Mas, por ele ser tão bonito, Fern nunca imaginou que poderia ter Ambrose… até tudo na vida dele mudar.

Beleza perdida é a história de uma cidadezinha onde cinco jovens vão para a guerra e apenas um retorna. É uma história sobre perdas — perda coletiva, perda individual, perda da beleza, perda de vidas, perda de identidade, mas também ganhos incalculáveis. É um conto sobre o amor inabalável de uma garota por um guerreiro ferido.

Este é um livro profundo e emocionante sobre a amizade que supera a tristeza, sobre o heroísmo que desafia as definições comuns, além de uma releitura moderna de A Bela e a Fera, que nos faz descobrir que há tanto beleza quanto ferocidade em todos nós.

[Resenha] No mundo da Luna – Carina Rissi

Resenha 2

Olá, bonitos! Como vão?

Antes de começar essa resenha, eu gostaria de dizer que fui uma pessoa muito burra (irresponsável) e demorei dois meses para escrever isso aqui, o que para a minha memória horrorosa significa, nada mais nada menos, que vinte anos. Ou seja, sabe aqueles detalhes que eu adoro colocar? Não vai rolar. Porque eu não lembro. Pois é, palmas para a minha burrice.

No-Mundo-de-Luna

Mas vamos lá. Eu já devo ter mencionado que eu adoro a Carina Rissi, né?! Pois eu adoro, e tento estar em todos os eventos que ela faz próximo de onde eu estou ou moro. Só não fui vê-la nessa Bienal porque todos os livros já estavam autografados e a fila estava monumental. Mas ela vai vir em Goiânia, então ok. E foi na última vez que ela veio aqui que eu comprei o No mundo da Luna. Livro amorzinho de mais, mas, no entanto, toda via, Perdida continua sendo meu favorito dela.

Falemos agora do azar de Luna. Ela é jornalista e sempre quis ser A jornalista, mas o único cargo que conseguiu até agora foi como secretaria da Fatos&Furos. E nesse lugar, o chefe dela (vulgo idiota) não consegue nem acertar seu nome. Para deixar a vida dela mais legal, seu carro é uma coisa que mal anda, seu namorado a traiu e a revista onde trabalha está quase indo para o buraco, sendo sempre sabotada pela concorrência.

Visualizou o quadro medonho, né? Mas, quando uma jornalista deixa a revista para trabalhar na concorrência, eis que surge uma oportunidade: o horoscopo. Não era bem o que Luna queria, mas era alguma coisa. Assim surge a cigana Clara, que com a ajuda de um baralho magico, começa a escrever suas previsões para cada signo.

Tudo poderia ser bem simples, se não fosse o fato da cigana Clara fazer muito sucesso e acertar muita coisa. O horoscopo passa a ajudar a vender revistas e o chefe (idiota) da Luna passa a enxergá-la. Preciso nem dizer que o chefe idiota não é tão idiota assim, né?! Ele só é difícil e… ok, meio idiota as vezes. Mas ainda um amorzinho. Minto. Dante é amorzão. Gostosão. Tudo de bom com “ão”. Quando ele deixa de ser o redator chefe para ser um homem de verdade… Céus, quase morri.

Ah, e devo deixar documentado nessa resenha que eu vou ser aquelas velhas com mil gatos que nunca se casou. E isso é culpa de quem? Da Carina Rissi, claro! É como se em cada livro ela colocasse um personagem mais perfeito que o outro (se é que isso é possível) só para a gente olhar em volta e pensar “De jeito nenhum que eu vou ficar com esses carinhas que tem por aí, se existe um Dante, Ian ou Max enfurnado em algum lugar!”. A coisa é que o Dante, o Ian e o Max já tem donas e não estão por ai. Resultado? Fadada a cuidar de gatos! Hahaha

Não sei se consigo falar mais alguma coisa do enredo sem contar spoiler, então vou falar das coisas que gostei (e lembro).

O que mais amo na Carina Rissi: ela desenvolve o relacionamento. Eu amo isso. Nós vemos os personagens se apaixonando. Vemos eles lutando contra isso, vemos eles sofrendo. Nós participamos de tudo e nos sentimos parte da história deles. Gosto de como eles são perfeitos, mesmo sendo cheios de problemas e chaturas. Por mais que a Carina arruíne nosso futuro amoroso, ela também nos faz perceber que alguém pode ser perfeito mesmo sendo cheio de problemas.

Porque ó, Dante é a chatura em pessoa, mas ao mesmo tempo ele é perfeito! E eu queria destacar aqui duas coisas que achei magavilhosas no Dante e que me fizeram falar “Meu Deus, me dá esse cara, por favor!”. A primeira coisa foi quando Luna suspeitou que estava gravida e entrou em desespero. Afinal, ela tinha ido para a cama com o Dante por causa de uma eventualidade (uma eventualidade muito engraçada, diga-se de passagem) e eles ainda estavam se odiando mortalmente. Ela estava morrendo de medo de falar isso para ele e tudo mais, mas Dante foi tão, tão amorzinho! Não no sentido “Vamos ficar juntos e ser felizes”. Não! Foi mais no sentido “Eu não te amo, mas isso também é minha responsabilidade”. E desculpa ai, mas é mais fácil um cara falar “eu te amo” por falar, do que assumir uma criança que ele nunca quis. E Dante ganhou mil pontos comigo por causa disso.

Outro ponto que Dante merece é por sua filosofia “Se nós estamos brigando, vamos brigar até o fim e vamos resolver isso. Ninguém vai embora com raiva do outro.”. E eu tenho uma filosofia semelhante. E fiquei toda feliz de saber que alguém pensa como eu. Porque também acho que, se estamos brigando, vamos brigar de verdade. Todo mundo fala o que pensa, grita, chora, esperneia, mas fala tudo. E se der para resolver, resolve na hora. Se não der, bola pra frente. Sempre acreditei que essa coisa de sair com raiva e ficar remoendo a raiva é a pior coisa do mundo.

Deu para perceber que amei o Dante, né? Pois é, eu amei ele. Adorei também a Luna, mesmo que as vezes eu quisesse bater nela, porque ela tinha um complexo de inferioridade que ficava bem guardadinho, mas que quando não precisava aparecer, aparecia com vontade e arruinava tudo. Sua falta de fé em si mesma causou tanto problema, mas tanto problema!

Fiquei apaixonada pela família cigana da Luna e senti um pouco de saudades de O Pássaro da Samanta Holtz. Adorei também sua melhor amiga (que nem com magia pesada eu sou capaz de lembrar o nome).

Adorei também a irmã do Dante e seu marido. Deles eu lembro o nome, mas não vou falar o nome para guardar a surpresa (já que tirei uma surpresa de vocês nessa resenha). E sério, acho que eles mereciam um livro. Eles são tão amorzinho! Eu fiquei encantada de mais com a relação louca deles. ❤

Bem, considerando que eu não lembro de mais nada para ser dito, tudo que tenho a acrescentar é: A-DO-REI! Carina Rissi me fazendo amá-la cada vez mais. Leiam e queiram roubar o Dante com sua tatuagem de asas de anjo (assim como eu).

E ai, o que vocês já leram dela? Gostaram?

Beijos!

Laury

[Divulgação] A menina que contava histórias – Jodi Picoult

Divulgação

Neste romance, Jodi Picoult examina com elegância até onde estamos dispostos a ir para proteger nossa família e impedir o passado de governar o futuro

A menina que contava histórias

Sage Singer trabalha a noite toda, preparando pães e doces para o dia seguinte e tentando escapar de uma realidade de solidão, lembranças ruins e da sombra da morte de sua mãe. Quando Josef Weber, um idoso que participa do grupo de luto de Sage, passa a frequentar a padaria, eles começam uma amizade improvável. Apesar de suas diferenças, ambos enxergam um no outro as cicatrizes ocultas que as demais pessoas não veem.

Tudo muda no dia em que Josef confessa um segredo vergonhoso e há muito enterrado — ele foi membro da SS na Alemanha nazista — e pede a Sage um favor impensável: que ela o ajude a morrer. O que ele não sabe é que a avó de Sage é uma sobrevivente do Holocausto… ou será que sabe?

Se Sage concordar em fazer o que Josef pediu, enfrentará não apenas repercussões morais, mas talvez também legais. Com a integridade de seu amigo mais próximo manchada, ela começa a questionar suas suposições e expectativas sobre a vida e a própria família.

[Resenha] “Making Faces”, Versão internacional do Livro “Beleza Perdida”

resenha

Oi, gente!

Venho aqui com uma nova resenha, mas essa eu descobri hoje que vai gerar um outro post, então se preparem!!

O e-book que vou resenhar hoje está no meu coração, porque a estória é linda e eu adoro ela.

81HBetCZk+L._SL1500_

Making Faces conta a estória Fern, uma garota muito estudiosa, mas não tão bonita (a velha história da nerd da escola). Ela tem uma melhor amiga, Rita, e seu primo, que também é seu melhor amigo, Bailey.

Ferny é uma ótima escritora, apaixonada pelos livros, uma menina incrível, amorosa, gentil e adorável! Mas também passa por situações difíceis que fazem sua vulnerabilidade vir á tona. Rita que é linda, sempre chama atenção de todos os homens a sua volta, é sempre simpática e uma grande amiga. Bailey é o primo de Ferny, que nasceu com distrofia muscular de Duchenne. Ele é um garoto que sempre vai ficar no meu coração, eu sei que ele não é real, mas a escritora é tão incrível que consegue fazer a gente se envolver muito com ele.

Ferny é apaixonada por Ambrose, o lindo garoto popular da escola, que todos adoram e que futuramente vai para a guerra. No inicio, você pode achar que é tudo clichê, chato… E pode até pensa em desistir. Mas não desista! Essa estória tem duas partes, antes e depois da guerra, e é aí que as coisas mudam. Você vê como os personagens evoluíram ou não com o tempo.

df4fb684f4ec62906ea451653b91d896

É um livro que tem romance, mas que também tem drama. É uma maneira de fazer você refletir sobre a vida. Ele te pega de uma maneira que você fica chocada! E você vai chorar. Tem citações de Shakespeare… Tem tudo! É uma mistura que quando eu terminei de ler, deu um aperto no coração, mas ao mesmo tempo… Foi tão bom! Foi uma leitura e uma estória completa, a autora Amy me surpreendeu e com certeza vai te surpreender.

Eu sei que estou falando pouco sobre a estória, mas não posso falar mais do que isso, porque se contar mais, muitas coisas que te surpreendem no livro vão se perder.

E para alegria de todos, e até para mim, esse e-book foi lançado pela editora Verus esse ano, com o titulo Beleza Perdida. Ainda não comprei a versão impressa do livro, mas vou comprar e com certeza vai ter uma resenha dele aqui falando da minha experiência.

BELEZA_PERDIDA_1429410175353795SK1429410175B

– Título: “Beleza Perdida
– Autor(a):Amy Harmon
– Tradutor(a):Monique D’Orazio
– Editora: “Verus
– Páginas: “332
– Ano de publicação: “2015

Este é um livro profundo e emocionante sobre a amizade que supera a tristeza, sobre o heroísmo que desafia as definições comuns, além de uma releitura moderna de A Bela e a Fera, que nos faz descobrir que há tanto beleza quanto ferocidade em todos nós.

E você já leu essa versão do livro? Gostou da estória?

Deixe seu comentário e me diga!

Beijos até a próxima.

Ceci

[Evento] Lançamento No Mundo de Luna (#Goiânia) e novidades

autografos

Olá, seus lindos!! Como vão?

Posso contar um segredo para vocês (um que vai me matar de vergonha)? Hoje é aniversário do blog. Sim! Hoje, dia 15/06/2015, ele faz exatamente 3 anos! Mas como sou uma daquelas mães que desnaturada nem chega a descrever, eu não preparei nada de especial (nem lembrei para falar a verdade, o celular que me lembrou). Desculpem!

No entanto, hoje até que vai ser um dia bacana no blog, por causa desses post (Afinal, quem não adora Carina Rissi, certo?) e por causa do lançamento do meu livro (DE GRAÇA!, vale ressaltar). Mas vamos focar nesse post? Ok.

 6tag_130615-200207

Bem, eu adooooro a Carina Rissi (acho que não é segredo) e desde que eu morri de chorar lendo seu primeiro livro (Perdida), eu fico de olho em tudo que acontece na vida dela (Sabe stalker? Então). Eu já tinha conhecido a Carina em Bienal, mas essa foi a primeira vez que ela veio na minha cidade divosa. Ou seja, só morri quando fiquei sabendo da notícia que ela viria e morri de ansiedade até o dia chegar.

Eis que o sábado (13/06) chegou e dez milhões de coisas deram errado e eu cheguei atrasada. Uma hora e meia. No entanto (gracas aos céus!), ela ainda estava lá quando eu cheguei. Duas horas na fila depois (conhecendo pessoas divertidas, claro), a Carina finalmente colocou suas mãozinhas no meu exemplar de No munda da Luna.

6tag_130615-195553

Foi lindo? Foi. Foi maravilhoso? Foi. E ela lembrou que me conhecia (vulgo, já tinha ido em outra sessão de autógrafos dela). Adivinha quem morreu. Claro que fui eu. Morri nesse momento e morri em todos os momentos seguintes. Principalmente no momento que fiquei sabendo das novidades (vulgo os próximos livros que levarão meu dinheiro embora). E a pergunta é: Vocês querem saber das novidades? Pois vamos as novidades!!

Temos QUATRO livros em vista!

2015

Perdida 3 (Quem não ama Sofia e Ian? ❤ )

2016

– Mentira Perfeita (Sabe o Max de Procura-se um marido? Acho que vocês lembram que ele tem um irmão, certo? Agora imagine um livro inteirinho para o irmão dele. Exatamente, eu também já quero!)

Perdida 4 (Um livro todinho pra Elisa)

2017

– Envenenada (Não vou mentir, gostei das outras novidades, mas essa… Céus, eu apenas morri com essa novidade. Quem leu a resenha de O Livro dos vilões sabe o quanto eu gostei do conto Menina Veneno e da Malvina. Apenas o melhor conto do livro. E claro que eu não pude resistir a tentação de perguntar se viraria um livro. E a responta foi SIM! Ela tinha assinado o contrato a pouquíssimo tempo e o livro iria sair em 2017. Tudo bem que o tempo que vou ter que esperar me matou, MAS eu consigo. Sou uma menina forte.)

Sobre No Mundo da Luna: eu, como uma pessoa nada desesperada, já li o livro e em breve ele vai aparecer em uma resenha por aqui (já tenho umas 10 resenhas pendentes, mas ok).

6tag_130615-220834

E então, gostaram das novidades (que eu nem sei se poderia estar contando)? Eu AMEI! E quero os próximos, principalmente Envenenada. ❤

Fiquem ligados que daqui a pouco tem meu livro para todo mundo baixar de graça e ler e me contar se amo, se odiou ou se é ok. Adoro opiniões!

Beijos, seus lindos!

Laury

[Notícias] Turnê Carina Rissi “No Mundo da Luna”

Noticias2

Olá, povo bonito! Como vão?

Acho que todo mundo sabe que adoro a Carina Rissi, né? Se não sabe, está sabendo agora. Sou louca nos livros dela, principalmente Perdida que me fez chorar horrores e eu recomendo para todo mundo.

Pois bem, essa autora divosa irá lançar livro novo esse ano e da mesma forma que fez com Encontrada, ela irá sair em turnê de lançamento. Sente a chiquesa. E semana passada a Editora Verus divulgou as cidades. Bora conferir?

turne no mundo da luna

Não vou nem comentar que estou extremamente chateada de não ter nenhum evento em Goiás, porque isso já é meio óbvio. Eu nem peço para ter evento em Goiânia, porque já acostumei ao fato do resto do mundo ignorar nossa existência (mesmo sendo a capital do estado), mas acho que ter evento em Brasília é o mínimo.

Mas ok, sem drama e reclamação. Eu vou ver essa mulher na Bienal (ou não, já que a última vez a fila estava simplesmente intragável).

Para os bonitos que deram a sorte de ter evento na cidade, confiram os eventos no facebook:

19 de março – Belo Horizonte – http://bit.ly/LunaBeloHorizonte
21 de março – Rio de Janeiro – http://bit.ly/LunaRiodeJaneiro
22 de março – São Paulo – http://bit.ly/LunaSãoPaulo
23 de março – Campinas – http://bit.ly/LunaCampinas
26 de março – Porto Alegre – http://bit.ly/LunaPortoAlegre
27 de março – Florianópolis – http://bit.ly/LunaFlorianópolis
28 de março – Curitiba – http://bit.ly/LunaCuritiba
10 de abril – Fortaleza – http://bit.ly/LunaFortaleza
12 de abril – Salvador – http://bit.ly/LunaSalvador

É isso. Estão ansiosos? Bom evento para quem for. Tirem muitas fotos por mim e se quiserem mandar para a gente, nós postamos. 🙂

Beijos!

Laury.

[Notícias] Liberada capa da continuação de Perdida: Encontrada

Olá! Como vão?

Dessa vez sem All Star, Sofia chega mais uma vez para arrebatar nossos corações!!
Quem não lembra de Perdida e como esse livro me fez chorar e ficar sem dormir? Não lembra? Leia a resenha aqui.

Perdida foi uma compra “por acaso” da Bienal em 2012 e talvez o livro que mais tenha me surpreendido. Já emprestei para tanta gente que até já perdi as contas. Tenho o exemplar de 2012 que saiu pela Baraúna e o novo pela Verus (porque sou dessas, vai que perdi alguma mudança importante), e quando essas belezuras voltarem para a minha estante, não sairão mais. Saudade delas!

Bem, Sofia e Ian são simplesmente perfeitos e eu esperei loucamente por essa continuação e enquanto esperei conheci outro filhote da dona Carina Rissi, o Procura-se um marido. Perfeito também. Mas enfim, chega de ladainha e vamos apresentar para vocês a capa maravilhosa que a Carina nos apresentou ontem.

Encontrada Carina Rissi

Devo dizer que eu simplesmente AMEI o trocadinho do “perdida” e “encontrada”. Foi genial!! A única coisa que realmente senti falta na capa foram os sapatos vermelhos, mas isso a gente ignora com toda a belezura do restante. ❤

Definitivamente um item da minha lista de compras da Bienal desse ano! 

E ai, o que acharam da capa?

Beijos!

Laury.