[Especial Meg Cabot] Conheça os livros

especial meg cabot

Olá, bonitos! Como vão?

Hoje conheceremos um pouco do trabalho da Meg. E não se assustem com a quantidade, porque essa mulher escreve MUITO! Alguns já foram resenhados por aqui, então confiram. E pode ser, claro, que eu tenha me esquecido de algum, porque ó, é difícil se manter atualizada com a Meg, porque basta a gente piscar e… PUF! Já tem livro novo.

 

Coleção O diário da princesa (Em processo de leitura)
1 – O Diário da Princesa
2 – A Princesa Sob os Refletores
3 – A Princesa Apaixonada
4 – A Princesa à Espera
4 e meio – O projeto da Princesa
5 – A Princesa de Rosa-Shocking
6 – A Princesa em Treinamento
6 e meio – O Presente da Princesa
7 – A Princesa na balada
7 e meio – Sweet Sixteen Princess (não será lançado no Brasil)
7 e 3/4 – Valentine Princess (não será lançado no Brasil)
8 – A Princesa no limite
9 – Princesa Mia
10 – Princesa para Sempre
11 – Royal Wedding (será lançado esse ano)

Guias
1. Lições de princesa
2. Perfect Princess (não será lançado no Brasil)
3. Holiday Princess (não será lançado no Brasil)
4. O presente da princesa

A Mediadora (Lido e AMADO!! <3)
1. Terra das Sombras
2. O Arcano Nove
3. Reunião
4. A Hora Mais Sombria
5. Assombrado
6. Crepúsculo
7. Remembrance (ainda não lançado no Brasil)

Série The Heather Wells Mistery (Em processo…)
1. Tamanho 42 não é gorda
2. Tamanho 44 também não é gorda
3. Tamanho não Importa
4. Tamanho 42 e pronta para arrasar
5. A Noiva é tamanho 42

Série Boy
1. O Garoto da Casa ao Lado
2. Garoto Encontra Garota
3. Todo Garoto Tem (lido)

Série 1-800-Where-R-You? (Lendo…)
1. Quando Cai o Raio
2. Codinome Cassandra
3. Esconderijo Perfeito
4. Santuário
5. Missing You (não traduzido para o português)

Série A Garota Americana
1. A Garota Americana
2. Quase Pronta

Série Avalon High
* Avalon High
* Avalon High:  A Coroação – A profecia de Merlin
* Avalon High: Coronation #2: Homecoming (não traduzido para o português)
* Avalon High: Coronation #3: Hunter’s Moon (não traduzido para o português)

Série Queen of Babble
1. A Rainha da Fofoca (lido, mas já esquecido hahaha)
2. A Rainha da Fofoca em Nova York
3. A Rainha da Fofoca: Fisgada

Série As Leis de Allie Finkle para Meninas
1. As Leis de Allie Finkle para Meninas – Dia da Mudança
2. As leis de Allie Finkle para meninas 2: A garota nova
3. As leis de Allie Finkle para meninas 3: Melhores amigas e rainhas do drama
4. As leis de Allie Finkle para meninas 4: Medo de Palco
5. As Leis de Allie Finkle para Meninas – Garotas,glitter, e a grande fraude
6. Allie Finkle #6, Blast From The Past

Airhead
1. Cabeça de Vento (lido)
2. Sendo Nikki (lido)
3. Na Passarela (esperando alguém me dar o livro de presente hahaha)

Série Girls
* Girls’ Night In (não traduzido para o português)
* Girls’ Night Out (não traduzido para o português)

Série Abandono
* Abandono
* Inferno
* Awaken

Série Insaciável
* Insaciável (lido e esquecido)
* Mordida (momentaneamente furtado pela Bia)

Outros livros
* Ídolo Teen
* Como ser Popular (Lido!)
* Nicola and The Viscount  (não traduzido para o português)
* Ela foi até o fim
* Victoria and The Rogue (não traduzido para o português)
* Formaturas Infernais (Lido e amado)
* Pegando fogo!
* Sorte ou Azar? (Lido!)
* Nossas Rainhas
* O livro das Princesas (Quero de presente!!)
* From the Notebooks of a Middle School Princess  (não traduzido para o português)

Romances (escritos com o pseudônimo Patricia Cabot) – Estou aceitando TODOS de presente.
* A Rosa do Inverno
* A Dama da Ilha
* Aprendendo a Seduzir
* Pode Beijar a Noiva
* Retrato do meu Coração
* Proposta Inconveniente
* Um Pequeno Escândalo
* The Christmas Captive (não traduzido para o português)

[Resenha] Soldier: Leal até o fim – Sam Angus

Resenha 2

Bom, essa resenha vai ser um pouco diferente. Vou falar sim do livro Soldier – Leal até o fim, da editora Novo Conceito, mas vou falar sobre os cães e sua atuação na guerra.

20151007_145449

A historia começa falando sobre Stanley, um garoto de quatorze anos que está passando por momentos difíceis na Primeira Guerra Mundial.  Stanley é o caçula, seu irmão Tom está na guerra e seu pai é um treinador e adestrador de cachorros de raça pura.

Soldier é um filhote da cachorra premiada de Da, o pai de Stanley, que é um homem muito rígido. Acredito que a guerra aumentou isso nele. Ter um filho seu na guerra e ter a sensação de que a qualquer minuto ele pode falecer… Deve ser perturbado! Ainda mais para o patriarca da família. Pois bem, Stanley está passando por toda essa situação, vendo não só sua família, mas todos a sua volta sendo afetados com a guerra, pais, irmãos, amigos, professores e animais doados para ajudar na guerra como cães e cavalos. Por um motivo que afeta emocionalmente Stanley, ele vai para guerra, e começa a ser treinado como soldado para depois se tornar um adestrador de cães na guerra.

E eu vou parar por aqui, porque eu quero que vocês leiam e se emocionem como eu (e chorem). Mas além disso, é uma história (real!), é um livro que você sabe que aconteceu e que dá um aperto no coração.

* Diagramação do livro:

Eu achei muito lindo a diagramação do livro.

collage

* Notas da autora:

No final do livro tem notas da autora falando sobre a batalha de Villers-Bretonneux e o serviço britânico de cães mensageiros contando sobre a participação do coronel Edwin Hautenville Richardson.

* Cães mensageiros: 

slide_360562_4035980_free

Antes do advento das telecomunicações, os cães eram muito usados como mensageiros. Receber com antecedência as últimas notícias dos destacamentos ou se comunicar com outros pontos fixos na linha de frente é, de fato, absolutamente essencial para realizar ou alterar os planos de ataque e de defesa em uma guerra.

Stubby (1916 – 4 de abril de 1926) foi o cão de guerra mais condecorado da Primeira Guerra Mundial e o único cão a ser promovido a sargento através do combate. O primeiro cão de guerra dos Estados Unidos, Stubby serviu por 18 meses e participou de 17 batalhas na Frente Ocidental. Ele salvou seu regimento de ataques surpresa com gás mostarda, encontrou e confortou os feridos, e até mesmo uma vez pegou um espião alemão pelas calças, o segurando lá até que os soldados americanos os encontraram. De volta para casa suas façanhas foram notícia de primeira página de todos os grandes jornais.

Sargento_Stubby_02

Treo, um cachorro da raça labrador, recebeu a mais alta condecoração concedida a animais no Reino Unido por sua atuação na guerra do Afeganistão. Agora aposentado, serviu como farejador no Exército britânico no Afeganistão, onde por duas vezes encontrou bombas escondidas na província de Helmand.

“Todo mundo diz que ele é somente um cão que faz serviço militar. Sim, ele é, mas ele também é um grande amigo meu. Nós cuidamos um do outro”, disse o militar.

TRDV665614-g

O livro Soldier é um grande aprendizado contando um linda historia real, emocionante, cativante, que eu, com certeza, indico para vocês. A editora Novo Conceito fez um lindo trabalho ao publicar e editar esse livro lindo.

E vocês já leram?

Comente, e me diga sua opinião.

Beijos

Ceci

[TCeB] Não gostei do livro… E agora?

Não gostei do livro

Olá, meus queridos! Como vão?

O mundo literário é mais movimentado que feira. E essa semana a feira pegou fogo. Motivo? Resenhas negativas (entre outras coisas que comentaremos depois). Pode parecer bem banal, e de fato é, mas pode virar um grande reboliço quando as pessoas não conseguem aceitar a opinião alheia.

*Antes de começar o post queria dizer que NÃO ESTOU CITANDO NOMES (pelo amor de Deus!) e isso aconteceu com várias pessoas e não só com uma, ok? Obrigada.

Primeiro de tudo, como autora E blogueira, eu acho que quando você escreve algo, ou faz qualquer outra coisa que se tornará pública, você precisa aprender a lidar com as críticas. Precisa mesmo! É necessário. Porque acredite, sempre vai existir uma crítica. Sempre. Alguém não vai gostar do que você faz e vai falar isso, porque ela está no direito dela de falar. Porque pelo menos da ultima vez que verifiquei, nos ainda vivíamos em um país livre e sem censura. Vai ver mudou e não fiquei sabendo.

Mas enfim.

Eu acho a coisa mais sem noção e educação do mundo você fazer chilique porque recebeu uma critica. Porque pra mim, algumas coisas que aconteceram essa semana foram chilique, birra ou mimimi. Se você recebeu uma resenha negativa, eu acho de bom grado você comentá-la, afinal você não tem que dar atenção apenas para aquelas pessoas que gostam do que você escreveu. Mas quando eu digo comentar, eu digo falar algo como “Que pena que você não gostou, espero que o próximo lhe agrade mais.”. Ou explicar algo que a pessoa ficou em duvida em relação ao livro. Mas nunca, NUNCA, falar “Você é uma idiota por não gostar do meu livro”, ou coisas assim. Pior ainda, incitar pessoas a fazer isso por você ou criar perfil fake para fazer isso.

Pense o seguinte: Você tem uma carreira! Você pode não ter gostado da resenha, pode até ter achado ela exagerada ou ofensiva, ou qualquer coisa assim. Mas não cabe a você dizer o que a leitora deve gostar ou não. E fica feio fazer chilique. Preste atenção: ADULTOS NÃO FAZEM CHILIQUE! Você quer ser visto como uma criança? Você quer que o seu trabalho seja visto como infantil? Tenho certeza que não. Então, seja educado, sensato e adulto. Eu mesma deixo de ler livros de autores que fazem cena.

E vocês perceberam que eu desviei do título da postagem, né? Eu sei, sou péssima em manter o foco! Mas agora vou tentar concentrar e falar do que nós blogueiros devemos fazer quando não gostamos de um livro.

Leu um livro e não gostou? FALE ISSO! Exatamente. Conte a sua opinião para o mundo. Acho a coisa mais ridícula alguém chegar a pensar na possibilidade de não escrever uma resenha porque não gostou do livro. Gente, seus leitores querem a sua opinião. Seja ela positiva ou negativa, ela é a sua opinião. E você tem o direito de não gostar de algo e dizer que não gostou!

Um blog que fala bem de todos os livros, e acha todos eles fantásticos e sem nenhum defeito… Meu amor, tem alguma coisa errada aí. Você quer me convencer que você simplesmente amou TUDO em TODOS os livros que leu?

Desculpa, mas não acredito.

Essa opinião pode ser meio radical, mas se você não tem coragem para dizer que não gostou de um livro, não crie um blog. E pior que não fazer resenha de um livro que não gostou, é falar que gostou de um livro que na verdade não gostou.

Cara, não consigo. Quando eu leio um livro e não gosto dele, eu paro, respiro e repenso toda a estória. Penso em porque eu não gostei, se foi a escrita, os personagens, a construção… E depois de pensar em tudo que não gostei, eu penso no que pode ser aproveitado. Então eu coloco esses dois lados na resenha. E quem ler a resenha, decide se quer ou não ler aquele livro. Super simples.

E para não dizer que sou hipócrita, queria deixar claro que já deixei de fazer resenha sim, porque não gostei do livro. E nessa lista eu coloco dois livros. Por quê? Porque eu simplesmente ODIEI os livros. Sabe quando você odeia algo com todas as suas forças e quer queimar aquilo porque você não consegue acreditar em como aquilo foi colocado no papel e como alguém pode considerar aquilo um livro? Então. Foram esses casos. Casos em que eu sabia que não conseguiria tirar nada de bom do livro e que acabaria fazendo uma resenha ofensiva ao invés de negativa.

Mas queria deixar claro que não me orgulho disso.

E aproveitando o momento “admitindo os erros”, queria dizer que já entrei em briga de blogueiro e autor por causa de resenha negativa. Isso nos primeiros meses do blog, por puro impulso e sabe Deus pelo que mais. E só digo uma coisa: Me arrependo mortalmente até hoje. Então se você é desses que se mete em briga por causa de opinião dos outros e porque sua autora pediu ou coisa parecia, me escute: PARE COM ISSO! Você irá se arrepender. E feio. E dependendo do grau da coisa, não poderá fazer nada para mudar a sua imagem ou fazer as pessoas esquecerem o que você disse.

Seja moderado. Pense antes de fazer. Seja maduro. Seja adulto. Seja sincero. Seja verdadeiro. E nunca deixe de dar a sua opinião por medo do que vão dizer. A opinião é sua. O blog é seu. Não se reprima no seu próprio espaço.

Não gostou? Conte. Explique. Mas seja educado.

Falaram mal do seu livro? Leia. Absorva o que tem de produtivo. Siga em frente. Melhore. Sorria.

É isso, amados. Relembrando que não citei nome nenhum, mas levem isso para a vida. Vocês serão mais felizes assim. Prometo.

E aí, quem acompanhou os babados da semana? O que achou de tudo? O que pensa sobre as resenhas negativas?

Beijos!

Laury

[Promoção] Aniversário Leitura Contada

Promoção Leitura Contada
Olá, queridos!! Como vão?
.
Hoje eu vim trazer um super sorteio para vocês em comemoração ao um ano do blog Leitura Contada. Ficaram interessados? Pois é super fácil participar, basta observar as regras e preencher os formulários (como o wordpress não me permite colocar o formulário aqui, basta clicar no link e vocês vão ser direcionados para eles).
.
Regras:
·  A promoção termina no dia 23 de abril de 2015.
·    Os prêmios podem chegar em dias diferentes pois cada blog enviará seu livro.
·    Cada blog tem até 40 dias para enviar o livro, contando a partir do dia em que recebermos o endereço do ganhador.
·   Nenhum dos blogs se responsabiliza pelo extravio de prêmios.
·    O ganhador tem 48h para responder o e-mail que será enviado com seus dados.
·    As regras obrigatórias são as que farão você participar oficialmente do sorteio e as chances extras te darão vantagens.
·   Cada kit terá apenas um vencedor; no terceiro kit o ganhador poderá escolher apenas um dos livro.
·   É obrigatório residir em território brasileiro.
 

a Rafflecopter giveaway

a Rafflecopter giveaway

 a Rafflecopter giveaway

É isso, amados! Participem e boa sorte!! E para quem não reparou, no kit 2 tem um livro meu (Bodas de Cristal). Espero que o ganhador goste da leitura. *-*

Beijos!

Laury

Metas de Leitura 2015 | Laury Alves

Olá, bonitos!! Como vão?

Como faz muito tempo que vocês não olham para a minha carinha em um vídeo e esse ano eu estou tentando deixar o blog mais “vivo”, resolvi fazer um vídeo com a minha Meta de Leitura 2015.

Por que uma meta? Bem, ano passado foi decadente na leitura. Eu li muito pouco e não li os livros que precisava ler. Então esse ano criei essa meta. Ela tem livros de parceria, livros muito desejados e livros há muito tempo na estante. Existem outros livros que precisam urgentemente serem lidos e não estão na lista, mas vou tentar encaichá-los aqui. Principalmente porque não quero ler apenas os livros da meta esse ano.

Então é isso, espero que gostem, aproveitem o video. Curtam, comentem e sigam o canal que ainda virão muitos videos.

Beijos!!

Laury