[Divulgação] Cidade do Rock – 30 Anos de Rock em Carazinho/RS já tem capa!

Divulgação

Olá, bonitinhos! Como vão?

Hoje eu tenho uma novidade para contar, o livro Cidade do Rock – 30 Anos de Rock em Carazinho/RS, de autoria da escritora Jana Lauxen, já tem uma ilustração de capa para chamar de sua!

A arte, de autoria do premiado ilustrador paulista Laudo Ferreira Jr., buscou representar os fortes laços de amizade, iniciados e consolidados através do rock:

– Em minha opinião, o rock é muito mais do que um mero estilo musical; é uma forma de encarar a vida, de se relacionar com a política e com a sociedade, e também de estabelecer e fortalecer amizades que, de outra forma, sequer existiriam – afirma a autora da obra, Jana Lauxen.

Seis bandas já foram entrevistadas – Bola 8, Seven Deck, Skize, Os Implikantes, Classic Rock Tribute e Audiometria – e os quatro primeiros capítulos da obra já estão em processo de finalização.

O livro deverá ser lançado no segundo semestre de 2016. Conheça a ilustração:

Cidade do Rock - 30 Anos de Rock em CarazinhoRS - Ilustração de Capa

Para acompanhar todas as novidades sobre a produção e lançamento desta obra, acompanhe o blog da Editora Os Dez Melhores e também sua página no Facebook.

Beijos!

Laury

Anúncios

[Resenha] Conte um Conto vol. II

Resenha

Olá! Como vão?

Sim, essa é a segunda resenha da semana, não se assustem. Pode ser que isso se torne frequente (ou não), pela quantidade de livros lidos e insuficiência de semanas no mês. Mas não é uma promessa, ok?

Vamos a resenha!

Eu e livros de contos temos uma relação estranha, as vezes eu os amo, as vezes eu os odeio. Por essa razão, não costumo muito ler livros de contos sem uma indicação, mas nesse caso, não foi a indicação que me fez lê-lo. Foi algo mais.

conte um conto 2

Conte um Conto é um projeto bem bacana da Editora Os Dez Melhores, que visa estimular a escrita e a leitura nas crianças. Para isso são promovidas oficinas em escolas e os textos desenvolvidos nessas oficinas são trabalhados e publicados em um livro. Esse livro é o Conte um Conto, que cada volume traz uma escola diferente com a imaginação de dezenas de crianças. Eu tive o prazer de ler o volume II, desenvolvido no Colégio Estadual Sananduva no Rio Grande do Sul.

A ideia era os alunos escreverem o que lhes vinha a cabeça quando viam a imagem da capa. Um homem e um menino com várias folhas na mão.

Quando comecei a leitura, me deparei com alguns textos bem curtinhos. Muito curtinhos mesmo. E por serem tão curtos, eu não tinha muito tempo de me apegar aos personagens ou ao que acontecia com eles. O resultado foi que eu me dispersei rápido e acabei deixando o livro parado sem terminar.

Coloquei na meta de 2015 e lá fui eu de novo.

Com a graça do senhor pai eu voltei a leitura e encontrei textos um pouco maiores e mesmo os pequenos foram se tornando mais memoráveis. Ou talvez meu humor estivesse melhor. Não sei bem. O que sei é que achei o máximo ter a experiência de ler esse livro. Porque sim, não é uma leitura, é uma experiência.

Conte um Conto é entrar na cabeça de cada criança que escreveu aqueles contos. E por serem tão novas, não há lá muita técnica, o que faz com que seja puro sentimento e realidade. Alguns contos me fizeram rir horrores só imaginando de onde a criança tinha tirado aquilo da cabeça dela. Outras me deixaram um tanto quanto preocupada com a tristeza e melancolia do texto. Alguns contos sem final feliz e sem esperança de que algum dia surgiria isso. Fiquei muito preocupada com esses.

Alguns são carregados daquelas lições de moral que os pais ensinam a seus filhos. Alguns loucos, outros bem normais e outros bem inusitados. Foi como ver a diversidade humana representada em um livro só. Uma única imagem como base, mas dezenas de interpretações diferentes para ela.

E eu tenho a necessidade de comentar sobre dois contos que não saíram da minha cabeça. Um por ter me feito rir horrores e outro por ser tão bem escrito e trabalhado que me fez desejar conhecer a garota e falar “Continua porque você tem o dom.”. Escrever tão bem quanto ela nesse idade, você pode ter certeza, a menina tem o dom pra coisa.

Enfim, o primeiro conto que me marcou eu não lembro o nome, mas conta de um momento no qual o pai tenta convencer o filho de que ler é divertido. No entanto o filho quer mesmo é ir no cinema, ver coisas “reais”. Aí você pensa que vai ter todo o discurso poético, não é? Eu pensei, mas ao invés disse surgiram coisas bem fantásticas no conto e eu fiquei “Nossa, legal, inusitado.”. Mas inusitado mesmo é o que veio depois. Não teve “fantasia”, o pai apenas fez o menino correr até uma parede alegando ser mágica e ao trombar com ela, o menino desmaiou. Enquanto ele estava desacordado, o pai leu o gibi para ele e o menino sonhou com a história.

Agora pensa alguém que chorou de rir com esse conto: eu. A pessoa conseguiu fazer uma coisa muito louca, mas muito legal. Aquele tipo de coisa que só faz sentido da cabeça de uma criança, sabe? Mas tenho que dizer também que essa ideia está anotada para o caso de eu ter um filho e ele falar que não gosta de ler porque ler é chato. Kkkk

Mas o conto que ganhou meu coração e fez tudo valer a pena foi “O Rei dos Sorrisos” da Nathália A. Borges. Só tenho uma coisa a dizer: Perfeito! Personagens super bem construídos, cenário, tempo, diálogos, ações, estrutura… Absolutamente tudo! Sabe o dom da escrita? Essa menina tem. E muito! E eu realmente espero um dia ter um livro dela em minhas mãos. Eu definitivamente leria um livro inteiro falando sobre o Rei dos Sorrisos. É um conto tão lindo que prefiro nem comentar, só falo para lerem, porque esse merece que você pare quinze minutinhos e leia. Desejo todo o sucesso para essa menina!

Bem, é isso? Já leram? O que acharam do projeto?

Beijos!

Laury

 

[Divulgação] Contos de Amor e Crime por Alessandra Carvalho

Olá! Como vão?

Em fevereiro a Editora Os Dez Melhores lançou o livro Contos de Amor e Crime: Um Romance Violento, do escritor Afobório. Para promover o livro, a Editora está divulgando a resenha feita pela Alessandra Carvalho, que conta um pouquinho sobre o livro e sobre o autor. Bora conferir?

Contos de Amor e Crime - Um Romance Violento

O romance escrito pelo autor Afobório ganha destaque por uma série de motivos. O livro é parte integrante do Projeto Balaclava, uma ação criada pelo próprio escritor e que o aproxima do leitor, disseminando o gosto pela leitura e o amor pela escrita. O Projeto Balaclava prima pelo extermínio do preconceito, e busca promover uma melhor convivência entre as pessoas, erradicando a violência das ruas. O público-alvo são os jovens das escolas públicas de Carazinho/RS, cida-de onde vive o autor, mas que inegavelmente atinge toda a comunidade.

Afobório já é conhecido por seus trabalhos sociais que envolvem literatura e pessoas. E a Editora Os Dez Melhores não poderia ficar de fora de um projeto tão diferenciado como este. Um conceito que privilegia ação e resultado, pois atua on-de realmente é preciso: entre a garotada, cara a cara.

Contos de Amor e Crime: Um Romance Violento é um livro tão polêmico como a balaclava que isola o rosto do autor:

– Não importa se sou bonito, feio, qual é a minha cor, onde eu moro, quanto eu ganho. O que importa é o que eu faço, e não o que pensam de mim – afirma Afo-bório, que nunca deixa de ressaltar que ‘um homem vale pelo que faz, e não pelo que diz, ou pelo que tem’. É a cultura Punk. ‘Faça você mesmo’.

O romance é redigido em primeira pessoa e é subdividido em passagens in-tituladas de acordo com o tema exposto no trecho em questão. O livro possui 124 páginas e retrata a visão de um criminoso sobre a nossa sociedade. Um prisma com o qual não estamos acostumados.

O personagem principal é Jozz, um jovem negro, morador de favela, que as-sume o papel de narrador e de algoz da sociedade, criado em um ambiente hostil e preconceituoso que o coloca na situação de criminoso mesmo antes de se tornar um. Esta condição o revolta e o transforma em um homem de coração frio, que usa o crime e a violência como artifício para ganhar da sociedade o respeito que mere-ce – mesmo que através do medo.

[…]

Em um contexto como este, certamente ‘a balaclava tem poder’, e a obra Contos de Amor e Crime: Um Romance Violento é mesmo muito mais que um livro. Trata-se de uma ação concreta, que promove reação e reflexão através das palavras.

Bem, para saber mais você vai ter que comprar o livro. 😀

Você pode adquiri-lo com o autor (afoborio@gmail.com) ou na livraria virtual da Editora Os Dez Melhores. Em ambos por R$27,00 (frete incluso) para todo o Brasil.

É isso.

Beijos!

Laury

[Editora Os Dez Melhores] Jovens Escritores Brasileiros

Editora Os Dez Melhores - Você e Mais Nove

Olá, bonitos!! Como vão?

Hoje eu vim trazer o lançamento de novembro. Sim, novembro de 2014! Deu para perceber que eu ainda estou tentando desempacar as coisas, não? Mas acho que até fevereiro tudo fica ok, ao menos no quesito divulgação, ou seja, vou ficar devendo apenas as resenhas para as editoras e blogs parceiros. Até o meio do ano absolutamente tudo deve ficar em dia. Torçam pra mim!

Chega de conversa e vamos a divulgação!

Não sei se vocês lembram, mas quando anunciei a parceria com a Editora Os Dez Melhores, eu comentei o trabalho que eles fazem nas escolas e o como eu acho isso o máximo! É o Projeto Nascedouro (selo editorial mantido pela Editora Os Dez Melhores desde sua fundação) que tem como objetivo incentivar a leitura e a produção literária entre crianças e adolescentes.

A editora oferece para escolas e ONG’s diferentes atividades dentro do Projeto Nascedouro, que incluem desde palestras e oficinas de redação criativa, até dias literários e a produção de um livro, contendo textos de alunos da instituição em questão.

A resenha que estou devendo para eles, por acaso é de um desses projetos e eu estou encabulada com o talento de alguns alunos.

Jovens Escritores Brasileiros - Capa

Bem, dessa vez o projeto vai reunir textos e desenhos de crianças e adolescentes gaúchos. O lançamento aconteceu dia 28 de novembro em Sananduva/RS. A obra Jovens Escritores Brasileiros, organizada pela escritora Jana Lauxen e pela professora Reni Terezinha Duarte, reúne 18 textos de 21 alunos/autores, além de desenhos dos próprios estudantes da Escola Estadual Amélia Lenzi Raymundi.

Os textos, que tratam dos mais variados assuntos – indo desde Copa do Mundo até assassinos em série, passando ainda por vampiros, lobos e amores – foram produzidos em aula ministrada pela professora Reni, que, após a conclusão do trabalho, percebeu o forte potencial do material que tinha em mãos:

Em 2013 a prô Reni entrou em contato comigo, contando que seus alunos haviam produzido livros, e me convidando para ir até a escola conhecer o trabalho. Fui e fiquei impressionada: a gurizada escreveu as histórias, criou as capas, elaborou os agradecimentos, as biografias dos autores. Tudo o que uma obra literária tem direito! Ali surgiu o embrião do livro que estamos lançando agora.

— conta Jana Lauxen, uma das organizadoras da coletânea e idealizadora do Projeto Nascedouro.

Além dos textos, livre criação dos alunos, a obra traz também desenhos feitos pelos estudantes, todos inspirados pelo tema “Literatura”. Já o projeto editorial do livro foi elaborado pela Charlotte Estúdio, empresa paulista especializada em design gráfico, sendo a ilustração de capa um belo trabalho do ilustrador Ebbios.

O lançamento do livro Jovens Escritores Brasileiros não foi somente o lançamento de um livro. Teve também apresentações de teatro, música, declamação de poesias e, claro, muita literatura. Tudo comandado pelos jovens escritores que compõe a obra.

Ficou interessado no livro? Pois você pode comprá-lo na livraria virtual da Editora Os Dez Melhores.

E então, o que acharam da ideia? Eu acho ela super hiper bacana! Então visitem a loja da editora e confiram esses e outros livros divosos.

Beijos!

Laury

[Lançamentos] A mão de Celina – Jeremias Soares

Olá, queridos! Como vão?

Hoje eu vim trazer um novo lançamento para vocês da Editora Os Dez Melhores, nova parceira do blog.

capa-amaodecelina-020414

Quando perdemos uma pessoa para a morte, a perdemos para sempre. Era no que acreditava Edu depois de enterrar Celina, sua jovem esposa, vitimada por um câncer galopante.

No entanto, bastou conhecer sua nova namorada, Jana, para descobrir que os mortos também podem voltar. Alguns para contar o que existe do outro lado; outros para mostrar que os caminhos da vida e da morte não somente se cruzam, como são exatamente os mesmos.

Se da morte só conhecíamos o nosso próprio medo, agora chegou a hora de dar a mão para Celina, e deixar que ela nos conduza por este labirinto sombrio e íngreme que desconhecemos, que tememos, mas pelo qual somos fascinados.

O mundo dos vivos e dos mortos é o mesmo mundo. E Edu irá entender que, quando perdemos uma pessoa para a morte, não a perdemos para sempre. Há quem volte para contar. E há quem volte para fazer ainda mais.

Bem, uma das minhas séries favoritas é A Mediadora, onde uma das pessoas do casal é um fantasma que morreu há muito tempo. Ou seja, gostei de sentir esse arzinho tão semelhante na sinopse desse livro. E devo dizer que achei a capa bem legal também, ansiosa para lê-lo.

Adicione o livro na sua estante do skoob e o compre autografado aqui.

Confira a capa na íntegra:

capa-amaodecelina-020414

E aí, o que acharam?

Beijos!

Laury.

[Parcerias] Editora Os Dez melhores

Editora Os Dez Melhores - Você e Mais Nove

Olá, meus queridos! Como vão?

Fico feliz em dizer que o Maníaca por Livros fechou uma nova parceria. E o nosso novo parceiro é a Editora Os Dez Melhores.

A Editora Os Dez Melhores não é uma editora para o novo autor.

É uma editora voltada ao escritor que ainda não encontrou espaço em uma grande editora, mas espera para seu livro mais do que aquilo que a maioria das editoras tem a lhe oferecer.

Pois, em determinado momento, o novo autor — que, na verdade, já nem é mais tão novo assim — necessita subir alguns degraus, dar alguns passos para frente, e receber para si e sua obra um tratamento realmente comprometido e interessado.

Não queremos que você compre X tiragem, pague X valor e suma de nossa frente.

Queremos publicar bons livros de bons escritores, e elaborar um projeto de divulgação para cada um de nossos lançamentos, para que o autor comercialize seu livro e lucre com esta venda também.

Queremos oferecer aos autores publicados sob nosso selo um trabalho sério, profissional e exclusivo, que inclui avaliação, edição, produção, publicação, divulgação e distribuição.

10 autores por ano.

Esta é a nossa meta.

Os Dez Melhores do ano.

 

Eu pessoalmente achei a proposta da Editora bem bacana. É mais do que publicar um livro, é publicar um livro e lutar para que ele faça sucesso. Para conhecer um pouco mais sobre ela, entre no site.

Conheça os livros publicados:

 

 

E então, o que acharam da nova parceria? Eu achei ótima e espero que tenhamos um bom futuro juntas.

Um enorme bem vindo a Editora Os Dez Melhores!!

Beijos!

Laury