[50 Tons de Cinza] Cadê a dignidade?

Filmes

É, eu vi o filme. E pensei mil vezes se eu realmente deveria comentá-lo aqui. Alguns de vocês podem até pergunta: Mas e por que não? Não é literatura? Esse não é um blog literário?

Bem, é. Mas com base em alguns comentários que eu vi por aqui, ando ficando com preguiça de debater coisas “polêmicas”. Eu entendo que livros devem edificar alguém (calma, não estou falando mal de cinquenta tons de cinza ainda), entendo também que leitores devem ter uma mente ampla, aberta e menos ignorante que o resto da população. Mas a cada dia vejo que isso não é verdade. Alguns comentários recentes do blog (ofensivos, diga-se de passagem) gerados por divergência de opinião, me fizeram questionar o quanto as pessoas deixaram de ser sensatas. E é por isso que pensei um tantinho antes de escrever isso aqui. Mas vou escrever. Xinguem se quiserem.

A opinião é minha. O blog é meu. Se eu não puder falar minha opinião aqui, estamos enrolados, não é verdade?

Pois bem. Eu não li Cinquenta Tons de Cinza. Comecei, mas não consegui terminar. Sei toda a estória porque amigas me contaram e assisti o filme, porque precisava falar mal com propriedade e porque queria ver todos os detalhes da “estória de amor”. E sério, não sei se saí do cinema mais preocupada ou indignada.

Atores bonitos ou bonitinhos. Trilha sonora diva. Fotografia muito bem pensada. Mas se não conseguissem isso depois de tanto dinheiro usado a coisa ia ficar meio difícil, não é? Mas ok, lá foi todo aquele pessoal tentar trazer pras telonas a “estória de amor” que fez tanto sucesso entre as mulheres.

Eles melhoraram a nossa personagem principal. Deram a ela mais fibra do que tem no livro. Um pouco mais de… confiança. Mas mesmo assim ela foi pobre. Fraca. O tipo de “exemplo feminino” que as maiores mulheres da história iriam se revirar no túmulo se conhecessem. Iriam vomitar.

Aí vem aquela corrente de “Ah, você não sabe o que você está falando. Você não sabe que existe uma coisa chamada BDSM?”. Sei sim. E você, você sabe? Ou todo o seu conhecimento sobre o assunto veio de Cinquenta Tons de Cinza? Porque se seu conhecimento veio daí, acho melhor nem começarmos uma discussão, certo?

O fato é: Cinquenta Tons de Cinza não é um relacionamento que tem BDSM como escolha do casal para obter prazer. Cinquenta Tons de Cinza não tem relacionamento. É esse o problema.

Eu me revirei vendo a mulher ser amarrada, me revirei vendo ela gostar daquilo e me revirei vendo ela ser submissa de bom grado. Me reviraria da mesma forma se fosse um relacionamento BDSM, porque minha personalidade não deixaria eu ver isso sem me incomodar. Submissão é uma coisa que me incomoda profundamente, em qualquer âmbito e é isso. Mas não é isso que me tira do sério no filme.

Não. O que me embrulha o estomago é o que há no além sexo. Ou melhor dizendo, o que não há. O cara não é um Dominador na cama. Não, o cara é um dominador e um estúpido na vida. Ele é manipulador. Todas as atitudes ditas “românticas” são feitas com o único propósito de convencê-la a fazer o que ele quer.

A submissão não se limita a cama, se estende para a vida. Ele manda nela. Ele quer transformá-la em um bichinho bem treinado. Que faz o que ele quer. Que obedece suas ordens. Não há paixão dele por ela. Só controle e posse.

Agora me diz: Ele é tão diferente assim daqueles maridos abusivos? “Ah, mas ela concordou com tudo aquilo”. Sim, certo. E mulher não faz loucura nenhuma por amor, não é mesmo? É tão evidente que a Ana faz tudo aquilo por medo de perdê-lo.

Eu não acredito que uma mulher frágil, com uma auto-estima menos mil e tão ingênua como ela tenha qualquer capacidade para consentir qualquer coisa e realmente entender. Tanto é que a abençoada só realmente entende o que estava acontecendo quando apanha pra valer.

Tudo bem. Já me incomodei e já embrulhei meu estomago. Agora, você sabe o que me faz querer pedir um saquinho e vomitar? Todas aquelas mulheres que leram o livro ou viram o filme e suspiraram de prazer e amor.

Eu fico me perguntando se todos esses anos de luta por igualdade feminina foram para nada. Se todas as mulheres que sofreram e foram crucificados no passado, sofreram para nada. Quer ser submissa na cama? Vai lá amiga, seja feliz. Mas querer ser submissa na sua existência? Aí já passa do meu nível de entendimento.

Ver que Cinquenta Tons de Cinza é o que faz as mulheres de hoje em dia suspirar, me faz vomitar. E não sei se sinto mais vergonha de ser mulher ou se sentiria mais vergonha se fosse homem.

Como mulher, sinto vergonha de imaginar que tantas mulheres acham tal nível de desrespeito um conto de fadas lindo e maravilhoso. Como homem eu sentiria vergonha de precisar ser um canalha para ganhar atenção.

Desculpe as adoradoras dessa “estória de amor”, mas vocês não têm ideia do que é amor. E chamar Cinquenta Tons de Cinza de romance é desrespeitoso. Acho que a sociedade se perdeu tanto nesse mundo moderno onde o amor é tão raro e escasso que ela começou a confundir as coisas. Sexo não é amor. Amor não é sexo. Por favor, entendam isso! Só porque você tem sexo, não quer dizer que você tem um relacionamento e muito menos que você tem amor, minha amiga.

Já prevendo que vou ser chamada de feminista em algum ponto desse texto, eu queria explicar uma outra coisa. Feminismo não é o contrário de machismo. Não é o que boa parte do “feminismo” atual vem pregando. Pra mim isso tudo não passa de sexismo. E eu não sou feminista e muito menos sexista. Todo mundo é igual, ninguém é melhor que ninguém. Acho que o importante é todo mundo se respeitar.

E é isso que falta em Cinquenta Tons: Respeito. As pessoas deveriam aprender a se amar e não abrir mão da sua própria individualidade e vontade para não perder alguém. Para não se sentir só. Vale aquela coisa de antes só do que mal acompanhado.

Sr. Grey não é um homem para se suspirar e sim repudiar.

É isso, quebrem o pau. Não quebrem. Se sintam felizes para comentar.

Beijos!

Laury.

[Novidades] Assista a cenas de 50 Tons de Cinza

Cinquenta tons de cinza

Olá, queridos! Como vão?

Acho que o mundo e o espaço já sabem que dia 12 de fevereiro (vulgo meu aniversário) é a estreia de 50 Tons de Cinza nos cinemas, certo? E quem está ansioso? o/

Não, eu não estou ansiosa porque gosto, porque a verdade é que não gosto e não fui capaz de terminar nem o primeiro livro. No entanto, estou curiosa para saber como tudo isso vai ficar no cinema. No início achei que seria um pornô de grande orçamento e passado nas telonas, mas de acordo com os boatos, será BEM agua com açúcar. Ou seja, cenas quentes ao nível comédia romântica. E isso me deixou ainda mais curiosa.

Não gosto de comentar sobre o que ainda não vi, mas pelas fotos e afins, não senti muita química entre nossos protagonistas. Então é, estou curiosa para o filme. E minha curiosidade (na verdade foi o povo compartilhando no facebook) me levou até alguns videos pequenos de algumas cenas. Quis compartilhar com vocês. Bora ver?

Bem, são essas as cenas, o que acharam?

Algumas pessoas já me perguntaram porque eu não gosto de 50 Tons de Cinza, então resolvi deixar explicado aqui também para quem gosta não querer me matar. Meu primeiro motivo é: foi mal escrito. O vocabulário é chulo. E eu sei que se pode escrever um livro erótico sem vocabulário chulo. Segundo motivo: Odeio personagem feminina fraca. E a Ana, vamos combinar, né? A mulher não sabe nem andar sem cair ou sofrer um acidente! –‘ Terceiro motivo e talvez o maior de todos: Fico muito incomodada com essa coisa toda de submissa e sadomasoquismo. Se você gosta, por mim ok, mas não tente me fazer gostar ou ler algo com isso e falar “Que gracinha o amor dos dois!*-*”. Pra mim não tem amor nisso.

Acho que essa notícia explica muita coisa:

Tudo bem explicado? Ok. Vamos continuar nossa relação agora.

E qual o ponto forte do filme? Esse ator MA-RA-VI-LHO-SO!

É isso amados, assistam, comentem e se divirtam. Porque isso é o mais importante.

Beijos!

Laury

[Notícias] Resumo da Semana

Noticias2

Olá pessoas lindas e maravilhosas! Hoje eu venho com as noticias da semana entre cinema e livros.

divisão

Eventos

10689535_937054026327252_2837386797397810030_n

Como já foi anunciado no instagram, a escritora Julia Quinn (que para muitos fãs de estórias de época e romance é uma Rainha) vai vir para a Bienal do Rio de Janeiro nesse ano, a confirmação veio pelo o jornal O Globo e pela Editora Arqueiro. Quem está ansioso para ver ela de pertinho levanta a mão. o/

divisão

Editoras

306241_10150616493396408_850347247_nO Grupo Companhia das letras vai abrir um selo em Portugal, a partir de fevereiro em parceria com a Portugal Pinguim Randon House. A editora vai lançar autores brasileiros, portugueses e de outras nacionalidades. O primeiro livro a ser lançado pela editora será o romance O irmão alemão de Chico Buarque. 

Leia mais.

Fonte: Companhia das Letras

divisão

Livros

O e-book Fiquei com um famoso da (linda) escritora Thalita Rebouças, está disponível gratuitamente nas lojas virtuais, veja a sinopse do livro:

10931279_654927751295713_605825093069875202_n

A história é narrada por Camila Fernanda, fã ardorosa de uma banda adolescente que teve sucesso fulminante, mesma banda que protagoniza a história do livro 360 dias de sucesso. Camila Fernanda acompanhou toda a história da banda, desde o primeiro clipe, assistiu a inúmeros shows e conheceu seus ídolos pela internet e também ao vivo. Apaixonada por Pedro, o guitarrista, Camila realiza o sonho de ficar com ele. No entanto, esse sonho trará muita dor de cabeça para ela e para Pedro, que namora Babi.

Google Play | ☛ Amazon | ☛ Saraiva

Falando em Thalita Rebouças, em seu mais novo projeto “Fala sério, irmão“, ela,  como filha única, pede ajuda dos seus fãs para entender o relacionamento entre irmãos. Em uma entrevista ela disse que decidiu arriscar. Nesse novo projeto vai contar a estória da Malú personagem principal, com seus irmãos Mamá e Malena.

Fonte: Editora Rocco e OGlobo

divisão

um-ano-na-selva2

Suzzana Collins escritora de Jogos Vorazes vai lançar em fevereiro Um ano na Selva, a estória é uma autobiografia da infância da autora, e chega nas livrarias pela Editora Rocco Pequenos Leitores.

Leia mais.

divisão

Cinema

Essa semana saiu os posteres de Insurgente! Quem está animado para ver o Quatro no cinema?

Os posteres estão muito lindos, eu gostei bastante.

poster11E olhe só: stills do filme! UAU!

10922492_662507837192328_8816423746342135715_n

Fonte e mais informações.

divisão

50tons

Está quase chegando nos cinemas o filme 50 tons de cinza. Essa semana saiu uma noticia sobre uma das cenas do filme, mas precisamente uma das cenas que não estaria no filme, a cena em questão é do absorvente interno.

Para aqueles que não sabe (como eu não sabia, e tive que perguntar) é uma cena que Christian Grey tira um absorve interno da personagem Anastasia, eu não sei se devo falar mais além do que isso… Mas vamos dizer que eles se “divertem” depois, se é que vocês me entendem…

E também tem um novo trailer do filme onde Anastasia conhece a família do Sr. Grey. Assista o trailer:

É isso, o que acharam da atualização da semana? Tem mais alguma coisa que queriam ver por aqui e não viram? Perderam alguma dessas notícias?

Beijos!

Cecí.

[Notícias] Divulgado Teaser Trailer de Cinquenta Tons de Cinza

Olá! Como vão?

Bem, que eu não sou fã de Cinquenta Tons, acho que todo mundo sabe, mas sim eu estou curiosa para ver esse filme pornô de grande produção. Desculpa os adoradores, mas para mim essa coisa toda é apenas isso: um filme pornô com grandes atores e grande orçamento. Sorry!

MAS para todos que estão curiosos ou ansiosos, eis que titia Beyonce resolveu fazer aquele agrado e divulgar um teaser, já que tem uma música dela na coisa toda. Bora ver?

Queria compartilhar que não vi nada. hahaha Mas se vocês, assim como eu não viram nada, não percam os fios de cabelo, essa semana vai sair algo para chamarmos de trailer. Fiquem calmos até lá.

O que acharam desses segundinhos?

Beijos!

Laury.

[Notícias] 50 Tons de Cinza: Um novo Grey para chamar de seu!

Noticias

Olá! Como vão?

Desde que o ator do romance erótico mais famoso do mundo (infelizmente) foi escolhido, muito bate boca aconteceu. Uns não gostaram, outros odiaram e uns poucos curtiram a escolha. Não sei se por ironia do destino ou simples escolha do ator, o antigo Grey abandonou a empreitada com a desculpa de choque de agenda. Não boto muita fé nessa história não e fico meio triste de não ver o ator em mais um filme, afinal adoro ele, mas acontece, não é?

O fato é que esse povo não perde tempo e já temos um novo ator!

Dessa vez Christian Grey será Jamie Dornan.

Se acharam o rostinho conhecido, além de modelo ele já participou de “Once upon a time”.

Meninas, babem no novo Grey, eu ainda estou de luto pelo antigo. 😥

O que acharam dele?

Beijos!

Laury.

[Notícias] Escolhidos atores para adaptação de Cinquenta Tons de Cinza

Noticias

Depois de muita especulação, muito rebuliço, metade dos atores de Hollywood cotados e descotados, torcida e muito bafafá, eis que alguém teve piedade e fez o favor de escolher logo de uma vez os atores para adaptar o tão comentado Cinquenta Tons de Cinza!

Por favor, não achem que eu sou fã! Não sou! Tentei ler, mas não consegui passar do capítulo dois. Eu sei, abandonar livro é feio, mas alguns são necessários. O meu graças a Deus escolheram os atores é porque eu não aguentava mais as especulações que cotavam até nossa eterna Hermione. E digamos que as especulações não terminaram nem após a escolha. Mas vamos aos escolhidos?

Charlie Hunnam como Christian Grey.

Comentários? Bem, AMEI o papel dele em Círculo de Fogo e acho ele lindo, então acho que vou assistir o filme só por causa dele. 🙂 É isso que tenho a declarar.

Dakota Johnson como Anastasia

Comentários? Não, nada a acrescentar a respeito.

Agora falando das especulações!

Muito foi discutido se esses seriam ou não os atores ideais e eis que no meio dessa discussão toda surgiu a pergunta “Será que eles foram os únicos a aceitar o papel?” Bem, se foi eu não sei, mas dou meus parabéns pela coragem, porque venhamos e convenhamos, será um filme pornô exibido no cinema para milhares de pessoas verem. Só imagino como farão com a classificação do filme. Maiores de 18, certo? Bem, espero que tenham alguma integridade nisso e não tentem diminuir a classificação para ter mais público!

Torcendo para respeitarem a boa e velha infância!

.

E vocês, o que acharam da escolha de atores? O que esperam do filme? E principalmente, o que acham sobre o fato de Cinquenta Tons de Cinza ter seguido a tendencia das adaptações e estar virando filme?

Ah, a previsão do filme é para agosto de 2014!

Beijos!

Laury.

[Notícias] Toda Sua – Companhia das Letras

Olá!! Quanto tempo, não?

Estive concentrada em ler um pouco, postar menos, afinal tem uma boa lista de livro para ler, né? Mas então, terminei de ler o primeiro livro da Bienal e já fiz a resenha (sexta vocês descobrem qual foi), agora estou lendo um de BT que chegou para mim. Estou tentando trazer algo diferente para vocês, mas ainda estou esperando uma resposta para poder confirmar ou não, então relaxem, daqui uns dias ficarão sabendo (espero). Enquanto isso vamos a um lançamento novo (olha a redundância ai gente rsrs).

 

Quem ainda não ouviu falar de Cinquenta Tons de Cinza? Se você não ouviu, faça um favor a si mesmo, vá no google e se atualize, porque ele está sendo um sucesso atualmente, e mesmo que não seja um leitor assíduo tem que saber pelo menos o básico dos acontecimentos. Não precisa nem ler, só saber sobre o que se trata e que é sucesso, ou seja, o básico. Como foi na época de Crepúsculo. Mas voltando ao foco, Cinquenta Tons de Cinza começou como fanfic de Crepúsculo e acabou virando livro, fala de um “relacionamento” (se é que podemos usar a palavra relacionamento) entre Anastasia Steele e Christian Grey (mais conhecido como Sr. Grey). Nessa relação ele é o dominador e ela a submissa, com direito a contrato que garanta isso (vou postar o contrato daqui a pouco para entenderem do que eu estou falando). Ai na bagunça tem te tudo, principalmente sadomasoquismo. Mas enfim, todo esse sucesso acabou estimulando o mercado de livros adultos (para não dizer outro nome rsrs), e o lançamento que trago hoje é um desse livros.

Toda sua é um lançamento da Companhia das Letras sobre o selo “Paralela”, e segundo o próprio anuncio diz, promete ser mais quente que Cinquenta tons de Cinza. Se vai ser mais quente ou não eu não sei, mas posso dizer uma coisa, o título já ajuda na publicidade do livro (ou não), o meu conselho é simples não procure “toda sua” no google sem o nome da autora! Fui toda feliz achar uma foto da capa do livro pra vocês né, coloquei apenas o título e cliquei em imagens. Oh coisa desagradável. Não façam isso, coloquem o nome da autora junto!!

Sinopse:

Eva Tramell tem 24 anos e acaba de conseguir um emprego em uma das maiores agências de publicidade dos Estados Unidos. Tudo parece correr de acordo com o plano, até que ela conhece o jovem bilionário Gideon Cross, o homem mais sexy que ela — e provavelmente qualquer outra pessoa — já viu.
Gideon imediatamente se interessa por Eva, que faz tudo o que pode para resistir à tentação. Mas ele é lindo, forte, rico, bem-sucedido, poderoso e sempre consegue o que quer — e é claro que Eva acaba se entregando.
Uma relação intensa começa. O sexo é incrível. Capaz de levar os dois a extremos a que jamais tinham chegado. E, então, eles se apaixonam — o que pode ser tanto a chave para um futuro feliz quanto a faísca que trará de volta os traumas do passado. 

 

Assim, achei mais instigante que Cinquenta Tons de Cinza. E como mais curiosa que moi não há, fui ler um trecho que a editora disponibilizou. Pra que? Adorei! O livro é muito bem escrito (diferente do que falam de Cinquenta Tons) e envolvente. O trecho não tem nenhuma das cenas “quentes”, apenas comentários com certos palavreados, mas o livro promete e o trecho termina em uma cena a lá OMG! Fora que o livro parece que vai falar de artes marciais, o que adoro, ou seja, pretendo ler ele mais na frente depois que terminar a fila de livros que já tenho.

Ah, e assim como Cinquenta Tons, ele faz parte de uma trilogia, é o primeiro volume de Crossfire. Que é composta por: Bared to You (Toda Sua), Reflected in You (que antes era Deeper in You) e Entwined With You.

Olha as capas originais:

 

É isso, daqui a pouco coloco o contrato de Cinquenta Tons. Quem pretende ler esse livro levanta a mão. o/

 

Beijos,

Laury.