[Divulgação] O Refúgio do Marquês – Lucy Vargas

Lucy Vargas

“Agora você é meu refúgio e, com certeza, o mais belo”

Henrik e Caroline não poderiam ser mais diferentes.

Ele, o Marquês de Bridington, é um homem selvagem e inapropriado, que vive há anos no campo, fugindo dos fantasmas do seu passado obscuro e repleto de segredos.
Ela, Caroline Mooren, a Baronesa de Clarington, é uma jovem destemida, com um passado doloroso, que recebe a missão de reformar a mansão e talvez o marquês, ao menos é o que a marquesa viúva espera.

Ele é um caso perdido. Ela é uma mulher com um futuro incerto. Mas juntos, eles se completam e acendem a chama da paixão, que ambos acreditavam estar completamente extinguida, trazendo à tona segredos e temores que ambos escondem.

Se reerguer sob o peso do passado será uma batalha que ultrapassará os limites do refúgio que o marquês pensa ter construído, mas será que o amor é capaz de ultrapassar tantas barreiras e vencer, ou eles perderão tudo outra vez?

[Divulgação] Dataclisma – Christian Rudder

dataclisma

Dataclisma: quem somos… quando achamos que ninguém está vendo

 

Nossos dados pessoais podem ser usados para tudo: nos espionar, nos contratar, nos demitir e especialmente nos vender coisas de que não precisamos de verdade. Em Dataclisma, Christian Rudder usa todos esses dados para nos mostrar quem realmente somos.

Durante séculos, contamos com a ajuda de pesquisas ou de pequenos experimentos laboratoriais para estudar o comportamento humano. Agora, no entanto, temos a possibilidade de uma nova abordagem. Como nossas vidas são cada vez mais expostas na Internet, os pesquisadores podem, finalmente, nos observar de modo direto, em grande escala e sem filtros. Cientistas de dados tornaram-se os novos demógrafos.

Qual é a coisa menos asiática que você pode dizer? As pessoas tomam mais banho em Vermont ou em Nova Jersey? O que as mulheres negras pensam sobre Simon & Garfunkel? (Dica: elas não pensam sobre Simon & Garfunkel.)

Neste livro ousado e original, Rudder explica como o botão “curtir” do Facebook pode prever, com precisão surpreendente, a orientação sexual de uma pessoa e até mesmo sua inteligência; como mulheres bonitas têm mais chances de conseguir se sair bem em entrevistas de emprego; e como você precisa ser odiado por alguns para ser ainda mais amado por outros.

Ele também examina a nova dinâmica do ódio em massa que o Twitter pode provocar, além de mostrar como as pessoas se expressam quando estão sozinhas e em público e de abordar o desafio de manter a privacidade em um mundo onde todas essas análises são possíveis.

Instigante tanto pelo visual quanto pelo conteúdo, Dataclisma é uma nova maneira de enxergar a nós mesmos e uma alquimia brilhante, onde a matemática se torna humana e, os números, a narrativa de nosso tempo.

[Divulgação] O gigante enterrado – Kazuo Ishiguro

Divulgação

O gigante enterrado

Kazuo Ishiguro

O gigante enterrado

Uma terra marcada por guerras recentes e amaldiçoada por uma misteriosa névoa do esquecimento. Uma população desnorteada diante de ameaças múltiplas. Um casal que parte numa jornada em busca do filho e no caminho terá seu amor posto à prova – será nosso sentimento forte o bastante quando já não há reminiscências da história que nos une?
Épico arturiano, o primeiro romance de Kazuo Ishiguro em uma década envereda pela fantasia e se aproxima do universo de George R. R. Martin e Tolkien, comprovando a capacidade do autor de se reinventar a cada obra. Entre a aventura fantástica e o lirismo, O gigante enterrado fala de alguns dos temas mais caros à humanidade: o amor, a guerra e a memória.

[Divulgação] Beleza perdida – Amy Harmon

Divulgação

Um livro intenso, com uma história emocionante que vai permanecer no seu coração por um longo tempo

Beleza perdida

 

Ambrose Young é lindo — alto e musculoso, com cabelos que chegam aos ombros e olhos penetrantes. O tipo de beleza que poderia figurar na capa de um romance, e Fern Taylor saberia, pois devora esse tipo de livro desde os treze anos. Mas, por ele ser tão bonito, Fern nunca imaginou que poderia ter Ambrose… até tudo na vida dele mudar.

Beleza perdida é a história de uma cidadezinha onde cinco jovens vão para a guerra e apenas um retorna. É uma história sobre perdas — perda coletiva, perda individual, perda da beleza, perda de vidas, perda de identidade, mas também ganhos incalculáveis. É um conto sobre o amor inabalável de uma garota por um guerreiro ferido.

Este é um livro profundo e emocionante sobre a amizade que supera a tristeza, sobre o heroísmo que desafia as definições comuns, além de uma releitura moderna de A Bela e a Fera, que nos faz descobrir que há tanto beleza quanto ferocidade em todos nós.

[Divulgação] O primeiro marido – Laura Dave

Divulgação

Uma comédia romântica sobre a busca pela alma gêmea

 

Capa O Primeiro Marido

Annie Adams acredita ter tudo. Ela atravessa o mundo escrevendo sua coluna de viagens e acredita que seu relacionamento de cinco anos com o cineasta Nick é perfeito… Até ele resolver deixá-la.

Pouco depois, Annie conhece Griffin, um charmoso e atencioso chef de cozinha, diferente de Nick em quase todos os sentidos. Ela rapidamente se casa com ele e os dois se mudam para uma pequena cidade rural no Massachusetts.

Uma vez lá, no entanto, ela percebe o quão pouco conhece Griffin e acaba se perguntando se o relacionamento é pra valer ou se o casamento às pressas foi pura e simplesmente um equívoco.

Quando Nick retorna, pedindo uma segunda chance, Annie fica dividida entre o marido e o homem com quem tivera a intenção de casar-se e é forçada a escolher entre um deles.

[Divulgação] Você (não) é o homem da minha vida – Alexandra Potter

Divulgação

O sonho da maioria das mulheres é encontrar o homem da sua vida. Lucy só quer se livrar dele

Capa Você (não) é o homem da minha vida DS.ai

 

No instante em que Lucy conhece Nate em Veneza, durante o intercâmbio da faculdade, ela tem certeza de que é o amor da sua vida. Com toda a magia do primeiro amor, eles se beijam ao pôr do sol sob a Ponte dos Suspiros, o que, segundo a lenda local, os uniria para sempre.

Passados dez anos, porém, eles perderam contato por completo. Até que Lucy se muda para Nova York, e o destino faz com que se reencontrem. E se reencontrem. E se reencontrem. Mas o Nate atual é muito diferente do que ela conheceu aos 19 anos, e Lucy preferia o antigo.

Será que ele é mesmo sua alma gêmea? Como ela conseguirá se livrar dele? Afinal “para sempre” pode ser muito tempo…

Uma comédia romântica original e mágica sobre o que acontece quando o sonho de toda menina de encontrar sua alma gêmea se torna verdade.

[Divulgação] O que é a subjetividade? – Sartre

Divulgação

Nova Fronteira lança livro inédito de Sartre

O que é a subjetividade? traz importante discussão para a filosofia protagonizada por um dos maiores intelectuais do século XX

Subjetividade

Inédito no Brasil, o livro O que é a subjetividade?, de Jean-Paul Sartre, chega ao país pela editora Nova Fronteira. O lançamento da obra reaquece debates entre interessados em filosofia, fãs do escritor francês, estudantes e profissionais da área de ciências humanas a respeito da subjetividade relativa ao indivíduo na sociedade capitalista. A discussão, apesar de antiga, não deixa de ser atual ao questionar como o homem vê a si mesmo e aos outros dentro do sistema econômico vigente.

A obra é fruto de uma conferência de três dias entre o autor e pensadores e dirigentes da esquerda italiana. “O problema que nos interessa é o da subjetividade no âmbito da filosofia marxista”, afirmou Sartre na abertura da assembleia, em 1961. Em uma época de grande debate sobre a luta de classes, o filósofo acreditava que os intelectuais tinham de desempenhar um papel ativo na sociedade e, por isso, apoiou causas políticas de esquerda ao longo de sua vida e em sua obra.

No posfácio do livro O que é a subjetividade?, Fredric Jameson – conceituado crítico literário e político marxista –, faz uma análise sobre a atualidade das ideias de Sartre. “Hoje, não se trata de reativar a noção de luta de classes: ela encontra-se em toda parte, insuperável. Temos necessidade é de uma apreensão renovada da natureza da consciência de classe e de seu funcionamento. O Sartre da conferência de Roma tem coisas importantes a dizer a esse respeito”, declara. Além da participação de Jameson, a edição inédita conta, ainda, com a tradução de Estela dos Santos Abreu, professora de Ciências Sociais com mais de oitenta livros traduzidos.

Sartre, considerado um dos maiores pensadores do século XX, não apenas publicou ensaios críticos e filosóficos, mas também produziu peças, contos e romances como forma de disseminar seus preceitos existencialistas. Uma de suas mais famosas obras literárias é a novela “A náusea”, que terá nova edição lançada pela Nova Fronteira em julho deste ano. O romance fará parte da Coleção 50 anos em comemoração do aniversário da editora.